Pensamento Computacional na Escolaridade Obrigatória

A Comissão Europeia acaba de divulgar, através do Joint Research Centre Publication Office,  o relatório Reviewing Computational Thinking in Compulsory Education (disponível  online). 

O documento em apreço, uma versão mais atualizada e completa do estudo acerca do Pensamento Computacional realizado em 2016 pela Comissão Europeia, aborda os avanços significativos que têm ocorrido na integração do Pensamento Computacional na escolaridade obrigatória na Europa, entre 2016 e 2021. Para além disso, este relatório não só apresenta uma panorâmica atual daquilo que ocorre em 22  Estados-Membros da União Europeia (EU) e em 8 países não pertencentes à UE, como disponibiliza, entre outros, onze recomendações de políticas e de práticas a adotar. 

Reviewing Computational Thinking in Compulsory Education adquire especial relevo num momento em que diversos países europeus têm vindo a incluir alguns conceitos básicos das Ciências da Computação nos seus curricula, contribuindo para o desenvolvimento de competências na área do Pensamento Computacional. Acrescente-se, ainda, o incentivo proveniente da Comissão Europeia, através do Digital Education Action Plan 2021-2027, onde a Educação Computacional de qualidade é considerada como elemento-chave da prioridade “Melhorar as competências digitais tendo em vista a transformação digital.”  

Aceda ao relatório através do link :  https://publications.jrc.ec.europa.eu/repository/handle/JRC128347

Fonte: https://erte.dge.mec.pt